sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Que tipo de Brincos Combinam Melhor com meu Rosto?

Outro dia umas meninas me perguntaram, qual modelo de brincos ficam melhor para elas.

Expliquei que dependendo do formato do rosto eles favorecem mais que outros. Por isso vale analisar antes de comprar, não que isso seja  regra rígida ou proibido usar aquele que está na moda, mas que faz a diferença, a faz.

Os brincos dão acabamento à roupa, enfeitam todos os tipos de mulher e valorizam ou disfarçam características físicas acima dos ombros.

Os modelos bem escolhidos trazem luz, brilho, cor e movimento ao rosto e podem transformar um look básico em um modelo chique e sofisticado. Já a escolha errada polui o visual e pode até envelhecer.

A escolha certa deve levar em conta o formato do rosto, comprimento do pescoço, tamanho das orelhas, corte dos cabelos e até o tamanho do nariz. Isto tudo analisamos numa consultaria ao fazermos o Visagismo.

 Na hora da compra, não deixe de experimenta-los diante de um espelho, levando em consideração tudo isso que citei acima.

ROSTO TRIANGULAR
Para dar equilíbrio a esse tipo de rosto, recomenda-se um brinco de formato contrário ao rosto, ou seja, estreito em cima e mais largo na parte de baixo como os pingentes em formato de gota e argolas que são clássicos e vai bem em todos os tipos de rosto.
Se você quiser diminuir o nariz de enfase aos brincos largos. Este é um truque de ilusão de ótica!




                                                                                    ROSTO OVAL
Quem tem este rosto pode abusar nos tamanhos e volumes. Mas atenção! Brincos finos e longos não são recomendados, pois o formato de rosto já é alongadinho.
Aposte em brincos redondos, ovais e largos. Evite os estreitos, com elementos pendurados.







ROSTO REDONDO
Precisa dar um efeito mais alongado, por isso não recomendamos
 brincos com linhas mais retas. Indicamos brincos grandes, longos,
em formato de pingente angulares, soltos, assimétricos e quadrados.






ROSTO QUADRADO
Para este rosto com linhas retas e traços fortes, recomendamos evitar os brincos grandes horizontalmente. Indicamos brincos longos e geométricos








ROSTO MIÚDO
Este rosto, ao contrário do que se pensa, deve ser ampliado com o brinco. Como não tem volume,
deve se conseguir isso com acessórios médios ou grandes. Prefira os brincos volumosos, que ampliam o rosto, e as argolas grossas. Evite os pequenos e compridos.









ROSTO GRAÚDO/ GORDINHO
Quando visto de frente não necessita de volume, mas de perfil é permitido volume, inclusive para ficar harmonioso. Por isso são recomendados brincos com mais volume lateral, caso das argolas largas. Prefira brincos longos, como os pingentes, as argolas e os de formato oval. Evite os pequenos e com formatos geométricos.







ROSTO COMPRIDO/ ALONGADO
Este formato de rosto precisa de volume lateral para que de equilíbrio e destaque. Brincos em formato botão e chuveiro, que deem volume ao rosto. Evite os pingentes e longos.






ROSTO ENVELHECIDO E COM RUGAS
Para mulheres mais maduras a dica é: NUNCA saia de casa sem brincos, pois o brilho do acessório compensa a falta de vivacidade da pele. Use brincos pequenos, mas não minúsculos, use os com brilho, que atraia o olhar para esse ponto de luz em seu rosto. De preferência a metal que combinem com a roupa e não com os óculos, para aquelas que usam os de grau.







FORMATOS DE BRINCOS

Botão: Em formato de botão, valorizam o nariz e queixo proeminente.

Longos: Alongam o rosto, por isso desfavorecem quem tem rosto comprido. Podem ser usados com vários tipos de golas e decotes (em V, redondo< em U, tomara que caia, canoa, colarinhos e golas de paletó),

Argolas: Combinam com todos os formatos de rosto, São muito esportivos para ser usados com roupa social, exceção feita quando ornamentados com brilhos.



COR DOS BRINCOS

Brincos de Pérola, Ouro ou Brilhante, combinam com qualquer traje esportivo ou social,

Brincos dourados, ficam bem para todas as cores de pele.

Brincos prateados foscos, favorecem apenas as mulheres castanhas, ruivas, morenas e negras.




Gostou? Foi útil para você? Então deixe seu comentário aqui abaixo.



Beijos e até o próximo post!


quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Mitos de Verdades sobre as Lingeries

Lendo uma revista exclusiva da marca de Lingerie Liz, li sobre alguns mitos e crenças recente as lingeries. Achei muito interessantes, pois quem já participou de meu workshop sabe o quanto esta peça que está quase sempre escondidinha faz muita diferença num look.

Vamos lá:
A lingerie errada estraga o visual e o corpo.
- Até as mais magras precisam de uma boa Lingerie.
Verdade: a Lingerie errada destrói a elegância de qualquer corpo.

- O algodão é o melhor tecido para as calcinhas.
Mito: atualmente, a micrifibra. De poligamia é um tecido tecnológico, que respira tanto quanto o algodão, com secagem mais rápida e maior durabilidade.

- Somente as alças são responsáveis pela sustentação dos seios.
Mito:  90% da sustentação se dá através dos bojos, do cós e das laterais. As alças correspondem a apenas 10%. Por isso o tamanho correto é tão importante.

- Nem todos os bojos aumentam os seios.
Verdade: os sutiãs estilo lift modelam com naturalidade, sem aumentar e ainda desaparecem sob a roupa.

- Já que ninguém vê a Lingerie não precisa investir tanto.
Mito: a Lingerie errada ou que veste mal pode destruir até a roupa mais cara e todo mundo vê.

- É constrangedor quando você veste uma blusa em V ou um "Wrap Dress", seta e o sutiã fica de fora...a solução é usar uma camisetinha por baixo?
Mito: a Liz lançou os sitias lift-tops que interagem com os decotes e deixam os seios lindos.

Www.liz.com.br para maiores informações.

Fica a dica!
Até a próxima.



quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Novo Visual dos Homens chamado "Lumbersexual"

Vocês já observaram como muitos homens estão usando barba longa, ao natural sem aparar e muitas vezes vestindo camisa xadrez com jeans?

Pois é, este é um estilo que está crescendo por aqui (Brasil). Chama-se "Lumbersexual".
A origem do nome vem de Lumberjack, que significa lenhador.


Em novembro do ano passado estive no estado do Oregon, EUA, mais precisamente em Salém e Portland, e vi muitos homens com este look. Confesso que estranhei, pois me pareceu bastante rustico e até rude, considerando que aqueles são originados das montanhas daquele estado, que por sinal tem uma natureza maravilhosa,  diferente do sul do país.

Não pense que aqueles que aderem ao estilo levam uma vida tão natural assim. Eles são urbanos, trabalham com informática, comunicação e carregam seu notebook na mochila e não machado.



Campanhas publicitárias e celebridades já aderiram a esta variação do estilo Hipster. Qual o homem que nunca sonhou em não precisar fazer a barba, não é mesmo?

E aí, gostaram?
Então deixe seu comentário aqui embaixo!
Até a próxima!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *