domingo, 25 de setembro de 2011

12 ATITUDES QUE PODEM FAZER TODA A DIFERENÇA NO SEU CASAMENTO




Toda mudança começa a partir de uma atitude. Pessoas acomodadas acabam se tornando escravas de uma vida sem significado. Há momentos em que o casal deve se rebelar contra tudo aquilo que precisa ser mudado para que os dois alcancem uma vida de excelência. Quando atitudes são tomadas por aqueles que desejam mudanças, Deus entra em ação e faz aquilo que nós não podemos fazer. Atitude é o que Deus espera de todos nós, vamos lá:
    1.     CRIE UM CLIMA EMOCIONAL POSITIVO.
(1) Encha a sua
 casa com provas de seu amor nos pequenos gestos de atenção e carinho.
(2) Transforme sua casa em um santuário emocional, o equilíbrio emocional depende de você também.
(3) Use sua criatividade para externar o seu
 amor e o seu bom humor.

2.     DESATIVE SEU BURRO EMOCIONAL.
(1) Ninguém pode fazer isso por você. Conte até 100 antes de responder, respostas precipitadas quase sempre destroem em vez de construir.
(2) Não faça tempestade com as pequenas manias. Não sucumba à lei do capricho, seja flexível.
(3) Não vá para a cama aborrecido (a). Ira não pode ser guardada, é lixo emocional.
(4) Jogue fora, de vez em quando, o resto de lixo do seu casamento.

3.     NÃO FALE PELAS COSTAS.
(1) Seja honesto (a) consigo mesmo (a) e com os outros. Lembre-se que o cônjuge está aprendendo sempre a ser seu (sua companheiro/a. Dê dicas do que você gosta. 
(2) Não fale mal de seu cônjuge para todos que encontra. Resolva com muita conversa, diálogo é a chave de todo entendimento. Se precisar, procure uma pessoa de confiança e tente resolver a questão. Não fique culpando o outro. A mudança começa em nós.                                                                                    
(3) Avalie os fatos, se não for para promover alguém, não passe a fofoca adiante. Fofocas dentro de casa podem minar um casamento.

4.     PARE DE COMETER OS MESMOS ERROS.
(1) Errar é humano, permanecer no erro é tolice.
(2) No final de cada dia, faça uma auto-avaliação dos seus erros e acertos, para que no dia seguinte você erre menos.
(3) Faça um combinado com seu cônjuge para lhe ajudar nas áreas que você é mais vulnerável. Casamento é companheirismo, acordos, combinados e muita flexibilidade. Isto se queremos que realmente dê certo.

5.     VALORIZE AS PEQUENAS MUDANÇAS.
(1) É de pequenas mudanças que se constrói um grande projeto de vida.
(2) Seja exigente com você e paciente com os outros. Todo mundo merece uma segunda oportunidade, até você.
(3) Lembrem-se, os detalhes podem ser a causa das nossas vitórias ou derrotas. Leve-os a sério.

6.     NÃO PERMITA QUE A TV JOGUE TODO O SEU LIXO MORAL EM SUA SALA, COZINHA E QUARTO. SEJA SELETIVO.
(1) Você é resultado daquilo que vê e ouve.
(2) Tenha o controle em relação a tudo aquilo que entra na sua casa.

7.     VENÇA A ROTINA ANTES QUE ELA SUFOQUE SEU CASAMENTO.
(1) Faça coisas fora da agenda.
(2) Surpreenda positivamente as pessoas que o rodeiam. Você deve ser admirada pelo seu cônjuge.
(3) Liberte a criatividade para fazer coisas fora da agenda a fim de nutrir a sua história conjugal com o sabor da aventura.
(4) Tente fazer algo da forma que você nunca fez. Tenha gestos nunca tidos.
(5) Faça tudo o que você gosta, sem ferir o cônjuge e transgredir princípios.

8.     CONTRIBUA COM O QUE VOCÊ PODE PARA MANTER A CASA SEMPRE EM ORDEM, ARRUMADA, DECORADA, ETC.
(1) Sua casa deve ser o melhor lugar do mundo.
(2) Gente equilibrada interiormente não se sente bem no meio da bagunça e sujeira.
(3) A qualidade do relacionamento familiar também depende de como nós arrumamos a nossa casa.

9.     DEMONSTRE INTEGRIDADE PESSOAL.
(1) Reputação e caráter são as duas colunas da nossa vida.
(2) Caráter é a definição do que eu sou.
(3) A crise de integridade é a causa da crise em muitas famílias.
(4) Hoje há muita preocupação com o “TER” e bem pouco com o “SER”.
(5) A pergunta que devemos estar fazendo sempre é: “Qual é o meu conceito diante das pessoas e do nosso Criador/ Deus?”.

10.  SEJA ECONÔMICO (A), MAS NÃO EXECESSIVAMENTE SEGURO (A).
(1) Busque sempre o equilíbrio
(é a palavra chave) entre gastar e economizar.
(2) Aprenda a planejar antecipadamente.
(3) Tenha compromisso com prioridades.
(4) Invista pensando no amanhã. Não viva as custas do que as pessoas irão achar de você, do que você tem ou deixa de ter. Se está bom para você então seja feliz do jeito que está.
(5) Cuidado com o desperdício, isto pode levar a ruína de qualquer relacionamento.
(6) Não tenha medo de assumir riscos.
(7) Seja otimista para conseguir ver possibilidades na dificuldade.

11.  REVIGORE SUA VIDA SEXUAL.
(1) De o valor devido ao “sexo no casamento”, nem mais e nem menos.
(2) Realizem novas luas de mel sem os filhos.
(3) Esteja aberto para aprender mais sobre ajustamento sexual.
(4) Não faça apenas “sexo”, faça “amor”. Alguém disse: Depois que um casal aprende a “fazer amor”, nunca mais se contenta em apenas “fazer sexo”.
(5) A prática do ATO CONJUGAL com qualidade é uma arte que se aprende. Lembre-se, ninguém sabe tudo.
(6) Continue incentivando sua relação afetivo-sexual.

12.  VALORIZE AMIZADES CONSTRUTIVAS E LIVRE-SE DAS DESTRUTIVAS.
(1) Depois da família, quem mais nos influencia são os nossos amigos.  
por Pr. Josué Gonçalves (adaptação por Dirce)
Por padom em 23 de agosto de 2011 

Nenhum comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *