sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Terapeuta para quê?

O primeiro obstáculo para a busca da psicoterapia é a confusão de muitos no que é psicoterapia, muitos confundem com adivinhação, espiritualidade ou métodos alternativos de tratamento. A psicoterapia baseia-se em preceitos científicos.

Para se tornar psicólogo o estudante precisa estudar de 5 a 6 anos de faculdade e ao sair fazer uma pós-graduação ou especialização.

Não é raro encontrar quem busque a psicoterapia pensando inicialmente ser a única a ter aquele tipo de problema, ou então, julgando ser incapaz de cuidar da própria vida. Antes de chegar ao consultório é preciso vencer estes obstáculos.
Com relação ao psicoterapeuta deve haver continência e acolhimento, essenciais para a eficiência do tratamento, entretanto, também é preciso oferecer dados  de realidade para a pessoa.

Outro fator importante é da resistência para o tratamento, a indisponibilidade para fazer este tipo de investimento em si mesmo. A sociedade atual tende a valorizar os gastos com coisas que aparentemente nos oferecem certo status.As pessoas gastam seu tempo fazendo cursos e indo ao cinema não pelo lazer, mas para se manterem atualizadas, se obrigam a assistir a uma enxurrada de programas de TV para se informarem. Mas não dedicam tempo para si próprio para analisar suas atitudes, para se cuidar, para se ouvir e perceber o que estão repetindo.

Nosso comportamento se repete mesmo quando nos causa sofrimento e dor, e reconhecer essa atitude não é fácil. A psicoterapia funciona sempre como uma reconstrução de nós mesmos. Nós somos frágeis diante do mundo, organicamente e emocionalmente. 

Queremos acreditar que não, pois admitir que não temos o controle de tudo nos torna muito vulneráveis. Em compensação quando temos conhecimento disso, nossa consciência é expandida. E expandir a consciência é um dos objetivos de toda psicoterapia.

Ana Lucia Hortelan S. Lembo
Psicoterapeuta breve
Contato: (19) 9127-0056

Nenhum comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *